Dois Irmãos inicia discussão sobre estacionamento rotativo no Centro

14/01/2021
Avenida São Miguel é um dos pontos de maior circulação da cidade (Foto: Octacílio Freitas Dias)

Avenida São Miguel é um dos pontos de maior circulação da cidade (Foto: Octacílio Freitas Dias)

Uma reunião solicitada pelo vereador Ramon Arnold (PP), nesta quarta-feira (13), tratou de um tema que divide opiniões em Dois Irmãos: estacionamento rotativo. O encontro aconteceu na sede da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), com a participação de representantes do Poder Executivo, Conselho Pró-Segurança Pública (Consepro) e CDL.

O objetivo, segundo Ramon, é iniciar a discussão sobre a viabilidade de estacionamento rotativo no Centro. “Formaremos um grupo de trabalho multidisciplinar e técnico para discutir todos os pontos para levar futuramente para consulta pública e, se for do interesse público, seguir com a discussão até sua implantação”, explica ele. “Este assunto é premente, a cidade hoje tem quase 20 mil veículos e o trânsito na zona central está saturado no que tange a estacionamento para comércio e serviços. A população tem dificuldade de encontrar vagas disponíveis para estacionamento. Esta discussão é importante e devemos adotar, caso tenha viabilidade, os melhores modelos que existem para esta operação, pois já estamos em contato com outras cidades a fim de promover um modelo baseado nas melhores práticas”, acrescenta Ramon.

Betinho Klein, presidente do Consepro, entende que o tema é delicado e polêmico. “Se me perguntar hoje se sou a favor ou contra, não tenho opinião formada. Mas penso que essa discussão é inevitável. É preciso ser feito um estudo de viabilidade e analisada a real necessidade de um estacionamento rotativo, discutindo com as entidades e a sociedade em geral”, comentou.

 

Pensar em alternativas

Para Ademir Berlitz, presidente da CDL, é preciso pensar em alternativas para flexibilizar a circulação na área central. “Aos poucos, temos que pensar numa maneira de viabilizar as pessoas de comprarem no comércio. Tem casos de gente que sai do bairro de manhã cedo, vem para o Centro de carro e pega carona ou van para ir trabalhar fora. Aí, esses carros ficam parados até as 17h30 – às vezes, às 7h30 da manhã, já tem 50 carros estacionados”, exemplifica.

Ademir destaca que a iniciativa é boa e já existe em outras cidades. “Mas, aqui em Dois Irmãos, teremos mais dificuldade de colocar em prática, pois não queremos criar ônus ao município. Tudo terá que ser muito bem analisado, numa ampla discussão com a comunidade; jamais vai ser colocado goela abaixo. É uma discussão que não vai ser imposta. Não vai ser prefeitura, CDL ou Consepro que vai impor alguma coisa”, completa.

 

Discussão importante

O prefeito Jerri Meneghetti não participou da reunião, mas foi representado pelo secretário de Planejamento e Sustentabilidade, João Jordan da Silva, e por Mauro Agostini, do Departamento de Trânsito. Ele acredita que a discussão é importante. “Ao que percebemos, trata-se do início de um debate, avaliando em pequeno grupo as demandas do comércio neste sentido. Vamos colaborar em tudo que couber ao Executivo e aguardar se alguma proposta será enviada. A partir disso, faremos a avaliação por parte da administração”, declarou. “Parabéns ao grupo pela preocupação com a mobilidade na área central, ideias são sempre bem vindas”, concluiu Jerri.


› Compartilhe

FOTOS DO DIA

Esperando o dono na porta do mercado, até porque sem máscara não pode entrar (Foto: Octacílio Freitas Dias)

  • Assinatura digital

O Jornal Dois Irmãos foi fundado em 1983. Sua missão é interligar as pessoas da cidade, levando-lhes informações verdadeiras sobre todos os setores da sociedade local, regional, estadual e nacional.

SAIBA MAIS

SIGA-NOS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Jornal Dois Irmãos © , Todos os direitos reservados Agência Vela