Artistas relatam dificuldades em tempos de pandemia

21/05/2020
Thaís Backes, atriz e professora de teatro (Foto: Vergílio Lopes)

Thaís Backes, atriz e professora de teatro (Foto: Vergílio Lopes)

A vida dos artistas, agora, mais parece uma corda bamba. Diante da pandemia, a classe artística se vê refém da situação, uma vez que os profissionais dependem de público para que suas apresentações ocorram. Isso esbarra, justamente, em uma das principais medidas preventivas adotadas pelos governos no enfrentamento à Covid-19, que é a de evitar aglomerações.
Longe dos palcos e das salas de aula, a atriz e professora de teatro Thaís Backes Klein teve pelo menos cinco trabalhos cancelados desde o início da pandemia. Atuando também como chefe do Departamento de Cultura de Dois Irmãos, ela buscou alternativas para manter a proximidade com o público e os alunos.
Diante do cenário atual, as plataformas digitais se tornaram o elo entre a artista e os espectadores. “Iniciei um processo mais ativo como atriz, através de vídeos lançados nas minhas redes sociais. Estou produzindo esses conteúdos para divertir as pessoas que estão em casa, em isolamento social. Ao longo dessas produções, também abordei informações importantes em relação ao que está acontecendo no mundo”, conta Thaís, que também diverte as crianças com contação de histórias e brincadeiras. “Foi a maneira que encontrei de manter o vínculo com os alunos e amenizar um pouco da saudade de estar com eles em sala de aula”, diz ela, dando a dimensão do que significa, como professora de teatro, estar longe dos seus grupos. “Ficar sem dar aula é um vazio, um silêncio para o coração, pois a troca de energia com o teatro, como professora e atriz, são incríveis. Com certeza, falta essa troca para me sentir uma profissional completa de novo; isso faz parte de mim”, relata.
Elogiados pelo público, os vídeos trouxeram retorno financeiro para a atriz. “Uma marca de roupa me contratou; fiz os vídeos sem essa pretensão e acabou que surgiu a oportunidade. Acredito que se houver dedicação e interesse, há diversas formas de ganhar uma verba produzindo arte neste momento, inclusive há editais abertos para criação de materiais virtuais”, finaliza.


Leofrida, personagem criado por Thaís, faz rir, mas também chama a atenção para cuidados durante pandemia (Foto: Arquivo Pessoal)

 


› Compartilhe

  • Instagram

COLUNAS

De quem é a culpa?

De quem é a culpa?

Coluna da Fé   27/11/2020

Advento nos anuncia Jesus, o Salvador

Advento nos anuncia Jesus, o Salvador

Coluna da Fé   27/11/2020

FOTOS DO DIA

Flagra no Centro de Dois Irmãos – Não tá fácil pra ninguém! (Fotos: Octacílio Freitas Dias)

  • Assinatura digital

O Jornal Dois Irmãos foi fundado em 1983. Sua missão é interligar as pessoas da cidade, levando-lhes informações verdadeiras sobre todos os setores da sociedade local, regional, estadual e nacional.

SAIBA MAIS

SIGA-NOS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

BOLETIM CORONAVÍRUS
28/11/2020SAÚDE
BOLETIM CORONAVÍRUS
Jornal Dois Irmãos © , Todos os direitos reservados Agência Vela