Abril terá onda de frio intenso no Rio Grande do Sul a partir do dia 13

01/04/2021
Fonte: GZH / Foto: Octacílio Freitas Dias

Fonte: GZH / Foto: Octacílio Freitas Dias

Abril é o primeiro mês completo do outono no calendário e, no Rio Grande do Sul, será marcado por grandes oscilações nos termômetros. Fábio Luengo, meteorologista da Somar Meteorologia, explica que a “gangorra de temperatura” é um termo que resume bem como será o tempo neste mês, que terá dias quentes e alguns momentos de frio.

Por sinal, o mês começou com frio nesta quinta-feira (1º), mas a previsão é de que os termômetros subam no decorrer da primeira semana: na segunda-feira (5), as máximas devem ser de 30°C em Porto Alegre e em toda a faixa oeste do RS. No noroeste, poderão chegar a 33°C. Nas regiões da Campanha, Centro e Norte, as máximas ficam entre 27°C e 30°C, e no Litoral e na Serra, entre 24°C e 27°C. A partir do dia 7, as mínimas devem voltar a apresentar queda, começando pela faixa Norte do RS. O dia mais frio desta semana deverá ser a sexta-feira (9), quando todo o território terá temperatura em torno de 12°C, à exceção da Serra, onde os termômetros poderão ficar abaixo dos 10ºC.

— Haverá ondas de frio ao longo do mês e, entre elas, a temperatura sobe. É tudo muito rápido, em cerca de dois dias a máxima pode ter uma queda de cerca de 10°C — afirma Luengo.

Por volta do dia 11 de abril, a temperatura esboça elevação. Na Serra, ficará entre 12°C e 15°C. Já na maior parte do Estado, a temperatura fica por volta dos 18ºC. No Oeste, os termômetros marcam mais de 18°C. Tudo muda a partir do dia 13, quando inicia a onda de frio mais intensa e duradoura do mês, que deve se estender por aproximadamente uma semana, segundo projeta o meteorologista. Em Porto Alegre, as mínimas podem ser de 10°C a 12°C.

— Essa onda será sentida primeiro pela região da Campanha, com massas de ar frio que vão varrendo o RS do sul para o norte. É uma frente fria forte normal para esta época do ano. A partir do dia 14, a faixa que faz fronteira com o Uruguai pode ficar entre 5°C e 7°C. No Nordeste e na Serra, entre 9°C e 12°C. Na faixa mais ao norte, as mínimas serão de 12°C a 15°C — projeta Luengo.

O pico de frio do mês deve ser observado no dia 15, e a onda gelada começará a perder força no dia 17. Depois, o cenário meteorológico do Estado tende a ser semelhante ao do dia 7, com temperaturas ainda baixas, mas superiores às registradas na metade do mês.

 

Chuva                                     

Ao contrário do restante do país, no Rio Grande do Sul haverá mais chuva em abril do que houve em março. A metade Norte do Estado deverá registrar os maiores volumes, enquanto a metade Sul deverá observar volumes dentro da média esperada, índice que é calculado com base nos registros de precipitações dos últimos 30 anos.

— A chuva acima da média é importante, pois o Rio Grande do Sul ainda está sentindo os efeitos da estiagem, que começou no ano passado. Isso é muito bom tanto para os reservatórios de abastecimento como para a agricultura, principalmente para a soja, que está em fase de desenvolvimento — explica Luengo.

A chuva deve chegar de forma mais expressiva já na primeira quinzena do mês, pouco antes da onda de frio mais intensa que está prevista para o RS. Episódios de chuva, mas menos intensa, devem ocorrer na última semana do mês.


› Compartilhe

FOTOS DO DIA

Todas as fases da Lua têm sua beleza (Foto: Octacílio Freitas Dias)

  • Assinatura digital

O Jornal Dois Irmãos foi fundado em 1983. Sua missão é interligar as pessoas da cidade, levando-lhes informações verdadeiras sobre todos os setores da sociedade local, regional, estadual e nacional.

SAIBA MAIS

SIGA-NOS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Jornal Dois Irmãos © 2021, Todos os direitos reservados Agência Vela