Dois Irmãos registrou 55 mortes no trânsito de 2011 a 2020

01/10/2021
BR-116 concentra metade das ocorrências fatais nos últimos 10 anos. Na foto, a entrada para o bairro Travessão, um dos pontos críticos da rodovia (Foto: Marcio A. Blume / Foto Enio)

BR-116 concentra metade das ocorrências fatais nos últimos 10 anos. Na foto, a entrada para o bairro Travessão, um dos pontos críticos da rodovia (Foto: Marcio A. Blume / Foto Enio)

Na última Semana Nacional do Trânsito (18 a 25 de setembro), o DetranRS divulgou um levantamento sobre acidentes de trânsito fatais, com lesão corporal e com danos materiais. A base de dados é o Sistema Consultas Integradas, da Secretaria da Segurança Pública (SSP).

Os diagnósticos do DetranRS visam subsidiar as prefeituras para atuarem com mais precisão nos problemas específicos de cada localidade. Inicialmente, foram realizados estudos dos 34 municípios que integram o Gabinete de Gestão Integrada da Região Metropolitana de Porto Alegre (Ggim Poa), dentro do programa RS Seguro do governo do Estado, e outros 16 com alto índice de acidentalidade, totalizando 50. Essa amostra representa 63% da frota registrada no Estado e concentra 51,8% dos acidentes fatais.

Dois Irmãos está entre os municípios analisados pelo levantamento. De 2011 a 2020, foram identificados 52 acidentes fatais que resultaram em 55 mortes no município. O ano de 2012 foi mais violento, com 11 ocorrências fatais. A redução dos índices de acidentalidade fatal foi observada nos anos posteriores, ocorrendo, por exemplo, dois óbitos em 2017. Em relação à natureza das ocorrências, os maiores índices são das colisões (frontais e traseiras), com 30,8% do total, seguido dos choques em objeto fixo, 23,1%.

Quanto à distribuição por tipo de via, o levantamento aponta 25 acidentes com 27 mortes na BR-116 e 26 ocorrências com 27 óbitos em vias municipais, além de um acidente com morte em local não informado. Nas vias municipais, os atropelamentos foram maioria (34,6%); na BR-116, as colisões frontais e traseiras (36%). Em relação a dias e turnos, o número de registros dentro da cidade é maior nas tardes de quinta e sábado; e na rodovia, nas tardes de sábado.

 

SAIBA MAIS

Analisando os tipos de veículos envolvidos, identificou-se que 44,2% dos acidentes fatais tiveram o envolvimento de motocicletas e 13,5% tiveram participação de caminhões. Quanto ao perfil geral das vítimas fatais, 74,5% eram do sexo masculino. Identificou-se que 83% dos homens que faleceram estavam conduzindo veículos (todos os tipos, automotores ou não) no momento do acidente. Já as mulheres, 43% faleceram na condição de passageiras de veículos e outras 35,7% eram pedestres.

No que se refere a faixa etária, identificou-se 14,5% de jovens com idade entre 18 e 24 anos, enquanto os idosos com mais de 60 anos concentraram 29,1% das mortes. Outras vítimas com representatividade são as da faixa de 30 a 34 anos e de 35 a 39 anos, com 10,9% e 14,5% do total de óbitos, respectivamente. A metodologia adotada pelo Detran considera vítimas fatais de trânsito aquelas que foram a óbito no local do acidente, em atendimento médico ou em até 30 dias após o acidente.

 

Acidentes fatais e mortes por ano

2011: 4 acidentes / 4 mortes

2012: 11 acidentes / 12 mortes

2013: 5 acidentes / 5 mortes

2014: 5 acidentes / 5 mortes

2015: 3 acidentes / 3 mortes

2016: 5 acidentes / 5 mortes

2017: 2 acidentes / 2 mortes

2018: 4 acidentes / 5 mortes

2019: 8 acidentes / 9 mortes

2020: 5 acidentes / 5 mortes

Total: 52 acidentes / 55 mortes

 

Mortes por tipo de via

Municipal: 26 acidentes / 27 mortes

Federal: 25 acidentes / 27 mortes

Não informado: 1 acidente / 1 morte

 

Acidentes fatais por natureza

Colisão: 16 acidentes / 18 mortes

Choque com objeto fixo: 12 acidentes / 13 mortes

Atropelamento: 11 acidentes / 11 mortes

Colisão lateral: 7 acidentes / 7 mortes

Capotagem: 2 acidentes / 2 mortes

Tombamento: 1 acidente / 1 morte

Outro: 1 acidente / 1 morte

Não informado: 2 acidentes / 2 mortes

 

Acidentes fatais por logradouro

BR-116: 25 acidentes / 27 mortes

Estrada Campo Bom: 3 acidentes / 4 mortes

Rua Alberto Rübenich: 3 acidentes / 3 mortes

Av. 10 de Setembro: 3 acidentes / 3 mortes

Rua Affonso Wolf: 2 acidentes / 2 mortes

Av. Florestal: 2 acidentes / 2 mortes

Av. 25 de Julho: 2 acidentes / 2 mortes

Outros logradouros: 12 acidentes / 12 mortes (Soma de logradouros que registraram somente uma morte em acidente no período de 2011 a 2020)

 

 

*

 

FROTA

– Dois Irmãos: 19.998 (março/2021)

– Posição no Ranking de Frota no RS: 73ª maior frota do Estado

– Índice de Motorização em Dois Irmãos: 0,61* – A cada 100 pessoas, existem 61 veículos no município

 

CONDUTORES

– Total de habilitados em Dois Irmãos: 17.740 condutores (março/2021)

– Posição no Ranking de Condutores no RS: 57º município com maior cadastro de CNH no RS

– Índice de Habilitação em Dois Irmãos: 0,54* – A cada 100 pessoas, 54 possuem habilitação (CNH) no município.

 

ACIDENTALIDADE FATAL

– Posição no Ranking de acidentes fatais no RS (todas as vias) em 2020: 58º município do RS com mais acidentes fatais, sendo 5 acidentes que resultaram em 5 mortes (1 acidente fatal ocorreu em via municipal).

– Posição no Ranking de acidentes fatais em vias municipais (2011 a 2020): 46º município com mais acidentes fatais nas vias municipais (26 acidentes fatais que resultaram em 27 mortes).

– Índice de Mortalidade no Trânsito – Dois Irmãos: 15,2* – São 15 mortos a cada 100 mil habitantes (considerando as mortes que ocorreram em todos os tipos de vias no ano de 2019).

 

* Dados de população de 2019 (FEE)

** No início de setembro, já eram 20.104 veículos e 17.833 condutores habilitados

 

*

 

OUTROS NÚMEROS – 2018 a 2020

 

Acidentes com danos materiais: 450 – 756 veículos envolvidos

2018: 159 / 2019: 153 / 2020: 138

 

Acidentes com lesões corporais: 229 – 364 veículos envolvidos

2018: 76 / 2019: 84 / 2020: 69

459 vítimas – 317 homens e 142 mulheres

2018: 152 / 2019: 168 / 2020: 139


Além dos registros fatais, levantamento divulgado pelo Detran também traz dados sobre acidentes com danos materiais e lesões corporais de 2018 a 2020 (Foto: Arquivo JDI)


› Compartilhe

COLUNAS

Renovação de vida (2)

Renovação de vida (2)

Opinião   28/09/2021

Semana Nacional da VIDA

Semana Nacional da VIDA

Opinião   21/09/2021

FOTOS DO DIA

Decoração do Natal dos Anjos começa a ganhar as ruas de Dois Irmãos

  • Assinatura digital

O Jornal Dois Irmãos foi fundado em 1983. Sua missão é interligar as pessoas da cidade, levando-lhes informações verdadeiras sobre todos os setores da sociedade local, regional, estadual e nacional.

SAIBA MAIS

SIGA-NOS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Jornal Dois Irmãos © 2021, Todos os direitos reservados Agência Vela