Referência do esporte na região, Vilson Agostini morre aos 51 anos

08/11/2021
Educador lutava contra o câncer

Educador lutava contra o câncer

Faleceu na madrugada desta segunda-feira (8), o educador físico Vilson Agostini, de 51 anos. Morador de São Leopoldo, ele era uma das grandes referências do esporte na região. Atualmente, era coordenador da escola de futsal da União Jovem do Rincão (UJR) e treinador da equipe feminina universitária da UJR/Feevale/Banrisul.

Em sua página no Facebook, a UJR lamentou a morte de Vilson e destacou a sua importância na história do clube, contando que ele “foi fundamental para o crescimento e a consolidação da UJR como entidade social e esportiva”, entidade na qual atuou durante 23 anos. Segundo a UJR, Vilson chegou ao clube em 1998. “Atuou em todas as áreas da UJR, sendo campeão brasileiro e tetracampeão gaúcho como preparador físico e coordenador das categorias de base do tricolor hamburguense”. O educador físico também foi professor da Universidade Feevale e atleta de futebol.

Vilson igualmente contribuiu com o esporte em Dois Irmãos. De acordo com o amigo Cláudio Mitchell Neis, Vilson foi professor da categoria juvenil do Projeto Prata da Casa em 1998 e 1999, e goleiro do Clube União em 1994 e 1995. Também foi preparador físico do Vila Rosa no início dos anos 2000. “Somos amigos há 30 anos. Cursamos faculdade junto. Ele participou de várias iniciativas esportivas comigo. Era a pessoa mais simples, justa e trabalhadora que conheci. Não tem pessoa que não gosta dele. Ele deixa como legado que nunca devemos desistir das nossas lutas e também que o dia a dia pode ser maravilhoso se fazemos o que gostamos”, destacou Cláudio, lamentando a morte do amigo.

Atleta da UJR/Feevale/Banrisul, a dois-irmonense Andressa Almeida teve a honra de trabalhar com Vilson durante quatro anos. “Tenho muita admiração por ele; ele lutava por nós, pelo futsal feminino que nunca foi fácil de buscar espaço. Os ensinamentos passavam das quadras, eram para a vida. Os exemplos que ele nos dava em quadra, não era só ali que usaríamos... foi uma oportunidade maravilhosa poder conviver e aprender com ele. Vai ficar um vazio”, diz ela, lamentando a perda. Além de Andressa, atletas como Hohana Silva e Bárbara Gressler também tiveram a oportunidade de atuar sob o comando do treinador. 

Segundo informações, Vilson lutava contra o câncer. Ele deixa enlutada a esposa, dois filhos, a mãe e os irmãos, além dos demais familiares e amigos. A cerimônia de despedida está marcada para as 16h30 desta segunda-feira, no Crematório Ecumênico Cristo Rei, em São Leopoldo. Vilson completaria 52 anos no dia 29 de novembro.


› Compartilhe

COLUNAS

Maid e Masculinidade

Maid e Masculinidade

Pitter Ellwanger   19/11/2021

Playlist #22

Playlist #22

Pitter Ellwanger   19/11/2021

Um mundo melhor está próximo!

Um mundo melhor está próximo!

Coluna da Fé   09/11/2021

FOTOS DO DIA

A cidade cresce e a paisagem muda (Foto: Octacílio Freitas Dias)

  • Assinatura digital

O Jornal Dois Irmãos foi fundado em 1983. Sua missão é interligar as pessoas da cidade, levando-lhes informações verdadeiras sobre todos os setores da sociedade local, regional, estadual e nacional.

SAIBA MAIS

SIGA-NOS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Jornal Dois Irmãos © 2021, Todos os direitos reservados Agência Vela