Julho terminou com 435 óbitos por Covid, recuo de 9% em um mês

01/08/2022
Fonte: g1 RS

Fonte: g1 RS

O Rio Grande do Sul iniciou agosto registrando mais seis mortes em razão da Covid-19, conforme a Secretaria Estadual da Saúde (SES). Com os registros desta segunda-feira (1º), o Estado soma 40.468 vítimas da doença. Em julho, 435 pessoas morreram de coronavírus no RS. O número representa um recuo de 8,8% na comparação com junho, quando 477 óbitos foram notificados.

As últimas mortes informadas ocorreram em Porto Alegre, Pelotas, Rio Grande, São Leopoldo, Progresso e Derrubadas. A taxa de mortalidade da doença foi de 355,7 mortes a cada 100 mil habitantes. A SES também informou mais 625 novos casos de coronavírus, alcançando 2.645.894 infectados desde março de 2020. Do total, 23.413 (1%) estavam em recuperação e 2.581.849 (97,5%) já estavam recuperados.

A média móvel de mortes da última semana foi de 14 óbitos diários. Na comparação com duas semanas atrás, quando o indicador era de 16 mortes, houve uma variação de -13% – tendência de estabilidade. Em relação aos casos, a média móvel desta semana foi de 3.110 infecções diárias. O indicador se manteve praticamente inalterado em comparação com a média de duas semanas atrás (3.115). A redução está na faixa de estabilidade.

 

Vacinação

O vacinômetro da SES não é atualizado desde sábado (30). Entre as 10.809.102 pessoas maiores de cinco anos que vivem no Estado, conforme o IBGE, 9,28 milhões tomaram a segunda dose ou a vacina de dose única. O número é equivalente a 85,92% desse grupo, de acordo com o consórcio de veículos de imprensa. Segundo a SES, 666.842 pessoas estão com a segunda dose em atraso.

Já entre as 9.831.081 pessoas maiores de 12 anos, público apto a receber a dose de reforço, cerca de 5.491.950 milhões já se vacinaram no RS. São 55,86% desse grupo. A SES afirma que 2.684.188 pessoas estão com essa etapa atrasada. Além disso, 1.545.520 pessoas tomaram o segundo reforço (quarta dose).

 

Internações

Os hospitais do RS atendem 954 pacientes com coronavírus ou a suspeita da doença, dos quais 847 são adultos e 107, crianças. Entre os maiores, 160 estão em leitos de terapia intensiva, e 687 em leitos clínicos. Já entre os menores de idade, 32 estão em UTI pediátrica e 75 em vagas de enfermaria. Considerando pessoas internadas com Covid e outras doenças, as UTIs do Estado apresentam 88% de lotação. São atendidos 1.753 pacientes em 1.998 vagas abertas.

As regiões de Porto Alegre, Canoas, Capão da Canoa e Bagé atendem mais pacientes do que a capacidade nas UTIs da rede pública de saúde. A região de Pelotas tem superlotação de UTIs na rede privada. Nas demais, não há excedente.


› Compartilhe

  • JDI digital

COLUNAS

Ruminações poéticas

Ruminações poéticas

Pitter Ellwanger   12/08/2022

Playlist #54

Playlist #54

Pitter Ellwanger   12/08/2022

Ruminações ranzinzas

Ruminações ranzinzas

Pitter Ellwanger   05/08/2022

FOTOS DO DIA

Sentinela – De olhar atento a todos os movimentos (Foto: Octacílio Freitas Dias)

O Jornal Dois Irmãos foi fundado em 1983. Sua missão é interligar as pessoas da cidade, levando-lhes informações verdadeiras sobre todos os setores da sociedade local, regional, estadual e nacional.

SAIBA MAIS

SIGA-NOS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Jornal Dois Irmãos © 2022, Todos os direitos reservados Agência Vela