Rio Grande do Sul completa duas semanas de alta na média móvel de casos

10/01/2022
Fonte: g1 rs

Fonte: g1 rs

As infecções por Covid-19 seguem avançando enquanto, há um mês, o Rio Grande do Sul não tem dados atualizados da vacinação no Estado. Nesta segunda-feira (10), a Secretaria Estadual da Saúde (SES) informou 6.349 novos casos conhecidos de coronavírus. São 1.535.484 casos desde o começo da pandemia, dos quais 31.493 pessoas (2%) estão em acompanhamento, ou seja, com o vírus ativo. Outros 1.467.399 (95,6%) são considerados recuperados, e a taxa de letalidade ainda é de 2,4%.

Pela alta contaminação, especialistas acreditam que há muitas pessoas que não fazem o exame, que continua altamente necessário, assim como o isolamento de quem testou positivo. A média móvel de infectados completa duas semanas de alta, com uma elevação de 673% em relação a duas semanas atrás. São 3.863 novos casos, em média, esta semana, patamar semelhante ao fim de junho de 2021 — exceto pelo acréscimo de uma só vez de milhares de casos represados, em julho.

O número de mortes, porém, segue baixo, com mais três óbitos nas últimas 48 horas. Elas ocorreram na semana anterior, envolvendo duas idosas de São Nicolau e Gramado, e uma de 2021, de um idoso de Porto Alegre, cuja notificação não havia sido completada. O Estado chega, assim, a um total de 36.484 vítimas do coronavírus desde o começo da pandemia. A média móvel de mortes se manteve em seis registros diários, 22% menos do que há duas semanas, o que mantém a tendência de queda.

 

Vacinação

O Rio Grande do Sul está sem atualização dos dados da vacinação desde 9 de dezembro e, portanto, completa um mês sem informações do público imunizado. Mas, segundo o Ministério da Saúde, na última semana foram restabelecidas as plataformas e-SUS Notifica, Sivep-Gripe, SI-PNI e Conecte SUS, possibilitando a inclusão de dados por estados e munícipios.

O RS parou em 7,99 milhões de pessoas com o ciclo vacinal completo com as duas doses das vacinas CoronaVac, Pfizer e AstraZeneca ou a dose única da Janssen. O contingente representa 69,7% da população do RS. Com a dose de reforço, são 1,37 milhões de pessoas ou 11,9% da população. A primeira dose já chegou a 8,9 milhões de pessoas (77,6%).

 

Leitos

A taxa de pacientes em leitos de terapia intensiva recuou para 51%, com 1.635 pacientes em 3,2 mil vagas, cerca de 50 a menos do que na semana anterior. A proporção, contudo, subiu para 17% entre aqueles com Covid ou a suspeita da doença e 83% os que estão hospitalizados por outros motivos. Ao todo, 164 dos hospitalizados tiveram diagnóstico positivo e outros 114 estão com suspeita. Em leitos clínicos, houve um leve aumento para539 entre suspeitos e positivos para coronavírus. Ainda assim, ressalta-se que mais de 1/3 dos hospitais está em atraso com as notificações.

Das 21 regiões do estado, Lajeado, Pelotas e Santa Cruz do Sul estão com superlotação das vagas de UTI privadas. Já Passo Fundo está acima de 80% no mesmo segmento. Nas demais regiões, há vagas disponíveis, bem como nos leitos SUS.


› Compartilhe

COLUNAS

Apenas reflexões

Apenas reflexões

Pitter Ellwanger   21/01/2022

Playlist #25

Playlist #25

Pitter Ellwanger   21/01/2022

Temos um novo Bispo aqui na diocese

Temos um novo Bispo aqui na diocese

Alan Caldas   21/01/2022

FOTOS DO DIA

Na praia ou em qualquer lugar, a ordem é se exercitar (Foto: Octacílio Freitas Dias)

  • Assinatura digital

O Jornal Dois Irmãos foi fundado em 1983. Sua missão é interligar as pessoas da cidade, levando-lhes informações verdadeiras sobre todos os setores da sociedade local, regional, estadual e nacional.

SAIBA MAIS

SIGA-NOS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Jornal Dois Irmãos © 2022, Todos os direitos reservados Agência Vela