Motorista de caminhão é indiciado por homicídio culposo em Dois Irmãos

11/02/2021
Acidente ocorreu em 28 de dezembro

Acidente ocorreu em 28 de dezembro

A Delegacia de Polícia Civil de Dois Irmãos encerrou nesta semana o inquérito instaurado para apurar o acidente que vitimou o motorista Clairton Baldin da Silva, de 44 anos, no final do ano passado.

O fato ocorreu por volta das 19h15 do dia 28 de dezembro, na altura da ponte do Arroio Feitoria, no bairro Moinho Velho. Clairton seguia pela rodovia, no sentido capital-interior, a bordo de um caminhão com placas de Biguaçu (SC), quando foi atingido por outro caminhão, com placas de Santa Rosa (RS), conduzido por Edson Felipe Morais Iung, de 39 anos.

Encerrada a investigação, o motorista de Santa Rosa foi indiciado pelo crime de homicídio culposo, quando não há a intenção de matar, previsto no artigo 302 do Código de Trânsito Brasileiro. “Os elementos de convicção juntados aos autos do inquérito demonstram que o motorista do caminhão trator Scania com semirreboque invadiu a pista contrária, provocando o choque com o caminhão de menor porte conduzido pela vítima, que acabou ficando preso na cabeceira da ponte sobre o Arroio Feitoria, sendo o corpo removido apenas na manhã do dia seguinte”, destaca o delegado Felipe Borba.

O teste do etilômetro, realizado pela Polícia Rodoviária Federal horas depois, indicou que Edson estaria com a atividade psicomotora afetada pela ingestão de álcool, em percentual que configura crime de embriaguez ao volante. Segundo o delegado Borba, como foi identificada a embriaguez, a pena é aumentada, podendo chegar a 8 anos de reclusão. “O teste do etilômetro foi realizado mais de 5 horas após o ocorrido, e, ainda diante desse lapso temporal, apontou para o estado de embriaguez, indicando que o motorista teria ingerido quantidade considerável de bebida alcoólica logo antes do fato”, completou. O exame foi realizado no Hospital de Pronto Socorro (HPS) de Canoas, onde Edson era atendido em razão dos ferimentos causados pela colisão. “Intimado para interrogatório, ele manifestou interesse em apresentar sua versão apenas perante o Poder Judiciário”, completou o delegado Borba.

 

RELEMBRE O CASO

O acidente ocorreu por volta das 19h15 e bloqueou a BR-116 na altura do km 224. O trânsito só foi liberado 16 horas depois, após um trabalho incansável de bombeiros de Dois Irmãos e Ivoti, Samu de Dois Irmãos, Brigada Militar de Morro Reuter, Polícia Rodoviária Federal, servidores da prefeitura e membros da Defesa Civil do município.

A demora das remoções ocorreu devido à instabilidade da cabine do caminhão de Biguaçu, que ficou sobre a ponte do Arroio Feitoria. Foi preciso o auxílio de guincho e guindaste, além de uma retroniveladora da prefeitura.


Delegado Felipe Borba


› Compartilhe

COLUNAS

Renovação de vida (2)

Renovação de vida (2)

Opinião   28/09/2021

Semana Nacional da VIDA

Semana Nacional da VIDA

Opinião   21/09/2021

FOTOS DO DIA

Decoração do Natal dos Anjos começa a ganhar as ruas de Dois Irmãos

  • Assinatura digital

O Jornal Dois Irmãos foi fundado em 1983. Sua missão é interligar as pessoas da cidade, levando-lhes informações verdadeiras sobre todos os setores da sociedade local, regional, estadual e nacional.

SAIBA MAIS

SIGA-NOS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Jornal Dois Irmãos © 2021, Todos os direitos reservados Agência Vela