Rio Grande do Sul atinge marca de 40 mil mortes por Covid-19

30/06/2022
Fonte: g1 RS

Fonte: g1 RS

O Rio Grande do Sul atingiu, nesta quarta-feira (29), a marca de 40 mil mortes em razão da Covid-19. Do primeiro óbito por coronavírus, oficialmente notificado em 25 de março de 2020, até esta data, passaram-se 826 dias. A última atualização da Secretaria Estadual da Saúde (SES) informou mais 31 vítimas da doença, fazendo com que a contagem de mortes chegue a exatamente 40.005 pessoas.

Apesar do registro, o ritmo de mortes vem desacelerando no estado. Para as últimas 5 mil vítimas da doença, foram necessários 264 dias. O momento de maior avanço nos óbitos ocorreu na segunda quinzena de março de 2021, quando foram suficientes apenas 17 dias para o RS somar mais 5 mil vidas perdidas.

 

Mortalidade e letalidade

Conforme a SES, a taxa de mortalidade por Covid-19 é de 351,6 vítimas a cada 100 mil habitantes do estado. Já a taxa de letalidade aparente, que considera o número de mortos entre o total de pouco mais de 2,5 milhões de casos conhecidos, é de 1,6%.

 

Óbitos por cidade

Porto Alegre, capital e cidade mais populosa do estado, lidera o ranking de mortes com 6.328 vítimas da Covid-19. Na sequência, aparecem os municípios de Canoas (1.833), Caxias do Sul (1,6 mil), Pelotas (1.386) e Novo Hamburgo (1.062).

No entanto, há diferenças entre as cidades com maior população e aquelas com maior número de vítimas da doença. Canoas, terceira em número de habitantes, é a segunda em mortes, por exemplo. Novo Hamburgo, que tem a oitava população do estado, foi a quinta cidade com mais óbitos. Apenas uma entre as 497 cidades do estado não registrou nenhum óbito durante a pandemia, de acordo com a SES: Novo Tiradentes, na Região Norte, com 2,2 mil habitantes.

 

Média móvel

A média móvel de mortes da última semana foi de 21 óbitos diários. Na comparação com o número de duas semanas atrás (16), houve um aumento de 31%, o que representa tendência de alta.

 

Outros números

Nesta terça, a SES ainda informou mais 4.524 casos de coronavírus, fazendo com que o estado alcance 2.542.983 infecções. Do total, há 26,8 mil (1%) pessoas em acompanhamento, ou seja, com o vírus ativo no organismo, e 2.476.030 (97,4%) pessoas consideradas recuperadas.

Os hospitais do estado atendem 1.029 pessoas com coronavírus em leitos de enfermaria ou de terapia intensiva. São 924 adultos e 105 crianças, sendo 204 maiores em UTI.

O estado contabiliza 5.327.359 pessoas com o esquema de três doses da vacina contra a Covid, o número representa 46,4% da população. A SES afirma que há 2.758.789 pessoas com a dose de reforço (terceira dose) em atraso. Com o segundo reforço (quarta dose), já se vacinaram 953.425 pessoas, além de 224.119 com imunidade baixa.


› Compartilhe

  • JDI digital

COLUNAS

Ruminações ranzinzas

Ruminações ranzinzas

Pitter Ellwanger   05/08/2022

Playlist #53

Playlist #53

Pitter Ellwanger   05/08/2022

Ruminações nervosas

Ruminações nervosas

Pitter Ellwanger   29/07/2022

FOTOS DO DIA

Sentinela – De olhar atento a todos os movimentos (Foto: Octacílio Freitas Dias)

O Jornal Dois Irmãos foi fundado em 1983. Sua missão é interligar as pessoas da cidade, levando-lhes informações verdadeiras sobre todos os setores da sociedade local, regional, estadual e nacional.

SAIBA MAIS

SIGA-NOS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Jornal Dois Irmãos © 2022, Todos os direitos reservados Agência Vela