Janeiro registra 424 vagas de emprego formal criadas em Dois Irmãos

18/03/2021
Morro Reuter, por sua vez, perdeu 18 postos com carteira assinada

Morro Reuter, por sua vez, perdeu 18 postos com carteira assinada

Levantamento do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado na terça-feira (16), mostra que Dois Irmãos abriu 424 vagas de emprego formal no primeiro mês de 2021. O saldo é resultado de 707 admissões e 283 demissões.

O número é melhor que o registrado no mesmo período do ano passado, quando o saldo positivo foi de 176 vagas. No entanto, os efeitos da pandemia de Covid-19 ainda podem ser sentidos quando se compara a quantidade de vínculos ativos, o chamado ‘estoque’: eram 11.712 em janeiro de 2020 e, agora, em janeiro de 2021, são 10.851. Dos cinco setores analisados, apenas o comércio fechou o primeiro mês no negativo, com o fechamento de oito postos de trabalho formal. Os demais tiveram saldo positivo: agropecuária (+1), construção civil (+58), indústria (+342) e serviços (+31).

Em Morro Reuter, janeiro teve saldo negativo de 18 vagas – no mesmo período de 2020, o município havia criado sete empregos formais. A quantidade de vínculos ativos era de 1.604 no início do ano passado e agora está em 1.533. Em relação aos setores, três apresentaram variação negativa – comércio (-4), indústria (-11) e serviços (-7) – e apenas a construção civil teve saldo positivo (+4). Agropecuária não teve variação.

 

2020

O ano de 2020 terminou com saldo negativo de 1.104 vagas de emprego formal em Dois Irmãos. Foram 4.173 admissões e 5.277 desligamentos ao longo de 12 meses. A indústria foi o setor mais atingido, perdendo 1.165 postos de trabalho com carteira assinada – 2.233 contratações e 3.398 demissões. Em Morro Reuter, foram fechados 46 postos de emprego formal em 2020, resultado de 685 admissões e 731 desligamentos. A indústria também foi o setor mais atingido (-77 vagas).

 

ESTADO E PAÍS

O Rio Grande do Sul criou 27,2 mil empregos com carteira assinada em janeiro, resultado de 110,1 mil contratações e as 82,9 mil demissões. Frente ao mesmo período de 2020, quando gerou 13,2 mil postos, há avanço de 106%. O desempenho na largada de 2021 supera as 22,1 mil vagas formais perdidas no mercado de trabalho gaúcho ao longo de todo o 2020. Porém, no acumulado dos últimos 12 meses, há perda de 8,1 mil posições.

O Brasil criou 260.353 empregos formais no primeiro mês deste ano. O saldo é o melhor da série histórica para janeiro, resultado de 1.527.083 admissões e 1.266.730 desligamentos. Com isso, o estoque de empregos formais no país chegou a 39.623.321 vínculos, o que representa uma variação de 0,66% em relação ao estoque do mês anterior.


› Compartilhe

COLUNAS

Maid e Masculinidade

Maid e Masculinidade

Pitter Ellwanger   19/11/2021

Playlist #22

Playlist #22

Pitter Ellwanger   19/11/2021

FOTOS DO DIA

A cidade cresce e a paisagem muda (Foto: Octacílio Freitas Dias)

  • Assinatura digital

O Jornal Dois Irmãos foi fundado em 1983. Sua missão é interligar as pessoas da cidade, levando-lhes informações verdadeiras sobre todos os setores da sociedade local, regional, estadual e nacional.

SAIBA MAIS

SIGA-NOS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Jornal Dois Irmãos © 2021, Todos os direitos reservados Agência Vela