44ª Expointer terá protocolos sanitários rigorosos e foco nos negócios

19/08/2021
Fonte: Governo RS

Fonte: Governo RS

Faltando pouco mais de duas semanas para o início da 44ª Expointer, a feira foi lançada na tarde desta quarta-feira (18), no Palácio Piratini, na capital. Depois de oferecer uma edição inédita totalmente digital em 2020 por conta da pandemia, neste ano, a maior feira agropecuária da América Latina voltará a receber público, mas de forma limitada, que será focado no perfil de negócios, técnico e profissional, e rigorosos protocolos de saúde.

A Expointer 2021 ocorre no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio, de 4 a 12 de setembro, e será uma das únicas feiras agropecuárias a ser realizada neste ano no país. Outros grandes eventos do setor, como a gaúcha Expodireto, em Não-Me-Toque, e a paulista Agrishow, de Ribeirão Preto, cancelaram sua realização em 2021, por conta da pandemia.

– Chegamos seguros a este lançamento porque contamos com uma profunda interação entre as pastas da Agricultura e da Saúde, que encontraram, juntas, uma forma de fazer a edição de 2021, respeitando cuidados, mas preservando o espírito da presença do público, ainda que controlado – declarou o governador Eduardo Leite.

Para que a Expointer fosse autorizada, a organização da feira, coordenada pela Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr), contou com estudos do Centro Estadual de Vigilância em Saúde (Cevs), da Secretaria da Saúde, que definiu protocolos sanitários específicos para diversos setores da Expointer. Os cuidados com o público visitante e interno começarão na bilheteria, que será toda on-line para evitar contato e aglomerações com filas. Também haverá testes de Covid dos expositores. Os cuidados envolvem todos os setores, incluindo um cercamento eletrônico nos principais espaços, com bloqueio automático das catracas caso o limite de pessoas seja alcançado.

 

Limite de 25 mil por dia

O público total que poderá circular pelo parque Assis Brasil por dia será de 25 mil pessoas, contando o limite de 15 mil visitantes e as 10 mil pessoas que compõem o público interno (trabalhadores em geral, expositores, copromotores, autoridades e imprensa). Com isso, o limite que o evento alcançará é de 135 mil visitas nos nove dias de evento – o que representa menos de um terço do público da edição de 2019.

Ainda assim, a Expointer está sendo considerada pelo agronegócio como a feira da retomada econômica, pois, além de voltar a ocorrer de forma presencial, ocorre na sequência de importantes momentos da agropecuária gaúcha.

– O desafio é imenso, mas, ao lado dos nossos copromotores, nos propusemos a fazer um evento que retrate as conquistas do nosso agronegócio. Mesmo com as dificuldades impostas pela pandemia e pelas questões climáticas, os gaúchos produziram uma safra recorde de soja no verão, com mais de 20 milhões de toneladas de grãos. Temos boas projeções para a safra de inverno e recentemente recebemos o certificado internacional de zona livre de febre aftosa sem vacinação, um marco histórico esperado por 20 anos. Estes feitos elevam o otimismo das cadeias produtivas, que têm ajudado a alimentar o Estado, o país e o mundo com produtos de qualidade durante a pandemia – disse a secretária da Agricultura, Silvana Covatti.

 

Animais, máquinas e agricultura familiar

Os animais, que configuram a principal atração da feira, apresentaram aumento expressivo na representatividade em relação à Expointer passada. Neste ano, irão a julgamento no parque 2.820 animais de argola, enquanto na edição anterior foram 1.019. O destaque será para a participação de ovinos. Ao todo, 810 ovinos foram inscritos na exposição. O número supera o de 2019 (782), a última feira antes da pandemia.

O Pavilhão da Agricultura Familiar contará com a participação de 216 agroindústrias e empreendimentos de artesanato, plantas e flores. Em 2020, foram 52 estandes em formato drive-thru. O setor de máquinas agrícolas também estará presente. Até o início deste mês, 85 empresas já haviam confirmado participação. Segundo o Simers, a expectativa é que as máquinas faturem cerca de 40% do valor das vendas realizadas na Expointer de 2019. Naquele ano, a intenção de vendas das máquinas alcançou R$ 2,69 bilhões.


› Compartilhe

COLUNAS

Maid e Masculinidade

Maid e Masculinidade

Pitter Ellwanger   19/11/2021

Playlist #22

Playlist #22

Pitter Ellwanger   19/11/2021

Um mundo melhor está próximo!

Um mundo melhor está próximo!

Coluna da Fé   09/11/2021

FOTOS DO DIA

A cidade cresce e a paisagem muda (Foto: Octacílio Freitas Dias)

  • Assinatura digital

O Jornal Dois Irmãos foi fundado em 1983. Sua missão é interligar as pessoas da cidade, levando-lhes informações verdadeiras sobre todos os setores da sociedade local, regional, estadual e nacional.

SAIBA MAIS

SIGA-NOS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Jornal Dois Irmãos © 2021, Todos os direitos reservados Agência Vela