Devagar com o andor que o santo é de barro

Alan Caldas 10/03/2020
Por Alan Caldas – Editor

Por Alan Caldas – Editor

É ditado popular. Se diz quando alguém vai além do razoável. 
E por que se diz? 
Porque o andor pode estar podre ou comido pelos cupins. Se for muito rápido, chacoalha e quebra, e lá se vai o coitadinho do santo, uma linda imagem de barro que facilmente se destroça.
 Devagar com o andor... 
Cresci ouvindo isso. E agora gostaria de escrever uns pensamentos, e me vem essa lembrança: 
- Alan, devagar com o andor que o santo é de barro. 
Pensamentos não têm mais exigência de solidez intelectual. Já notou? 
Vivemos a fase em que a “solidez” dos argumentos só interessam ao interesse pessoal de cada um. 
Se me é favorável é sólido e válido. Se não me é favorável é oco e descartável. Simples assim. A verdade hoje é o que interessa que seja verdade. Mesmo que seja falso, se favorecer a pessoa ela aceita como verdadeiro. 


Por exemplo:
Jair Bolsonaro foi eleito com magníficos milhões de votos. Coisa linda. Seu andor carrega a esperança de dezenas de milhões de brasileiros. E ele disputou no voto. Na honra. Na duríssima escolha social. E se elegeu com garbo.
Agora, porém, inventa confrontos. Põe os que gostam dele contra as instituições, que representam a toda a população. Bolsonaro foi eleito, mas parece querer governar sem oposição. Isso não é novo em governo. É velho. Nenhum governante quer oposição. Governar sozinho é que é bem bom. Mas isso não é democracia. Na democracia, governar é mais tenso. 
O general Golbery do Couto e Silva, por exemplo, o gênio intelectual dos governos militares de 1964, disse que governar com democracia é difícil. Disse o óbvio mas nem sempre sabido. Golbery sabia que governo é prato que se come pelas beiradas, como mingau quente. Inteligente que era, Golbery sacou que a distensão do regime seria a morte do governo militar. E, dito e feito. Caiu. E caiu porque? Porque o santo da caserna era igualmente de barro. 
Golbery faz falta. Diferente dos grotescos e grosseiros, um governante inteligente e polido deixa sempre saudade.
Bolsonaro não percebeu ainda que o andor governamental carrega um santo de barro. Não viu que tentar criar confronto contra as instituições pode acordar os zumbis, pode fazer a população perceber mais claramente que o Conto de Fadas que o Estado como um todo nos conta e quer que acreditemos que seja verdade, é, de fato, um pesadelo de terror e insanidade econômico e social. 
Toda essa cantilena e balbúrdia, pode deixar às claras as cavernosas contradições deste país. Pode furar o véu da ideologia, e o que virá para a realidade ninguém controlará. Pode fazer acordar quem não interessa ao Sistema acordar, e esse ser poderá se dar conta de que o Brasil é o país do demérito, não do mérito. E, acima de tudo, pode fazer as pessoas perceberem que carregamos santos de barro com um andor para lá de podre. 
Excite as mentes demais e elas acordarão. E só um tolo abriria um paradoxo incontrolável numa sociedade que precisa de paz e resignação para continuar existindo.
Creio que alguém deveria carinhosamente dizer ao nosso presidente aquilo que toda família que presta diz para seus filhos, quando os vê indo além da medida do razoável:
- Devagar com o andor, o santo é de barro!


› Compartilhe

COLUNAS

Pe. Dirceu Ritter / Comunidade Católica – Paróquia São Miguel

O porquê da imagem da Irmã Dulce no cartaz da Campanha da Fraternidade 2020

Coluna da Fé 11/03/2020

Estamos vivendo no tempo quaresmal e de Campanha da Fraternidade que tem como tema: “Fraternidade e vida: dom e compromisso”, sintoniza...

Por Rafael Sauthier*

“O crime organizado está migrando para os estelionatos e grandes golpes na internet”

Opinião 14/02/2020

Nos últimos tempos, tem-se observado que o crime organizado está visivelmente migrando para os grandes golpes e estelionatos, especia...

P. Leomar Erlei Fenner / Comunidade Evangélica – IECLB

Viver sem pressa, para viver melhor

Coluna da Fé 14/02/2020

“Existe um tempo certo e um modo certo 
de fazer cada coisa&...

Pa. Cláudia P. S. Pacheco / Comunidade Evangélica – IECLB

Quem nunca fez isso quando criança? Olhar as nuvens no céu...

Coluna da Fé 07/02/2020

“O céu e a terra desparecerão, 
mas as minhas palavras ficarão para sempre.” 

Por Rafael Sauthier*

A solução para as finanças públicas está indo na direção errada

Opinião 18/12/2019

Estamos vivendo um momento difícil para as finanças públicas. No Rio Grande do Sul, em particular, a crise é antiga e s...

Por Rafael Sauthier*

A responsabilidade das mulheres nos casos de violência contra a mulher

Opinião 11/12/2019

Embora frequente, a violência contra a mulher não é um fenômeno social novo. Atinge todas as camadas sociais. É co...

  • Anúncio Jornal

COLUNAS

O Brasil que não parou

O Brasil que não parou

Opinião   01/04/2020

Você está protegido?

Você está protegido?

Coluna da Fé   31/03/2020

Amparo divino

Amparo divino

Coluna da Fé   26/03/2020

Uma Oração e tanto!

Uma Oração e tanto!

Coluna da Fé   24/03/2020

A Cruz Redentora

A Cruz Redentora

Coluna da Fé   19/03/2020

Seja mais forte do que suas desculpas

Seja mais forte do que suas desculpas

Coluna da Fé   12/03/2020

Geração perdida

Geração perdida

Opinião   11/03/2020

Deus é fiel e justo

Deus é fiel e justo

Coluna da Fé   10/03/2020

Palavra de Deus

Palavra de Deus

Coluna da Fé   06/03/2020

Quaresma – Tempo de revisão

Quaresma – Tempo de revisão

Coluna da Fé   04/03/2020

Cinco amigos e uma estória

Cinco amigos e uma estória

Alan Caldas   04/03/2020

Poeta, socorro!

Poeta, socorro!

Pitter Ellwanger   24/02/2020

Playlist #17

Playlist #17

Pitter Ellwanger   24/02/2020

Um entardecer inesquecível no templo

Um entardecer inesquecível no templo

Coluna da Fé   21/02/2020

Tempo novo, vida nova

Tempo novo, vida nova

Coluna da Fé   20/02/2020

Viver sem pressa, para viver melhor

Viver sem pressa, para viver melhor

Coluna da Fé   14/02/2020

Um beijo constrangedor

Um beijo constrangedor

Opinião   07/02/2020

A cultura da violência

A cultura da violência

Opinião   30/01/2020

A pedra

A pedra

Coluna da Fé   30/01/2020

Alerta contra o Coronavírus!

Alerta contra o Coronavírus!

Coluna da Fé   29/01/2020

Fé na mudança

Fé na mudança

Pitter Ellwanger   27/01/2020

Playlist #16

Playlist #16

Pitter Ellwanger   27/01/2020

Já estamos vivendo 2020!

Já estamos vivendo 2020!

Coluna da Fé   08/01/2020

BRILHO... BRILHO...

BRILHO... BRILHO...

Coluna da Fé   08/01/2020

É Natal mais uma vez?

É Natal mais uma vez?

Coluna da Fé   18/12/2019

Advento: O simbolismo da Coroa

Advento: O simbolismo da Coroa

Coluna da Fé   11/12/2019

Direitos Humanos

Direitos Humanos

Coluna da Fé   04/12/2019

Misericórdia

Misericórdia

Opinião   27/11/2019

Sob as asas da graça de Deus

Sob as asas da graça de Deus

Coluna da Fé   27/11/2019

O Poder da Oração

O Poder da Oração

Coluna da Fé   27/11/2019

Sobre fazer nada

Sobre fazer nada

Pitter Ellwanger   14/11/2019

Playlist #15

Playlist #15

Pitter Ellwanger   14/11/2019

É TEMPO DE PROSPECTUS!

É TEMPO DE PROSPECTUS!

Coluna da Fé   29/10/2019

De quem é a responsabilidade?

De quem é a responsabilidade?

Opinião   15/10/2019

Honra aos professores!

Honra aos professores!

Coluna da Fé   15/10/2019

Inveja merecida

Inveja merecida

Pitter Ellwanger   11/10/2019

Playlist #14

Playlist #14

Pitter Ellwanger   11/10/2019

Sínodo da Amazônia

Sínodo da Amazônia

Coluna da Fé   09/10/2019

Muralhas

Muralhas

Coluna da Fé   04/10/2019

“NÃO DÁ NADA”

“NÃO DÁ NADA”

Opinião   01/10/2019

E que a terra te seja leve!

E que a terra te seja leve!

Alan Caldas   30/08/2019

Tolerância intolerável

Tolerância intolerável

Pitter Ellwanger   30/08/2019

Playlist #13

Playlist #13

Pitter Ellwanger   30/08/2019

Isso era no tempo da tua avó!

Isso era no tempo da tua avó!

Alan Caldas   23/08/2019

Sobre desperdício

Sobre desperdício

Pitter Ellwanger   23/08/2019

Playlist #12

Playlist #12

Pitter Ellwanger   23/08/2019

E a dor de barriga?

E a dor de barriga?

Pitter Ellwanger   17/08/2019

Playlist #11

Playlist #11

Pitter Ellwanger   17/08/2019

Você tem saudade de quê?

Você tem saudade de quê?

Alan Caldas   09/08/2019

Iguais e diferentes

Iguais e diferentes

Pitter Ellwanger   27/07/2019

Playlist #10

Playlist #10

Pitter Ellwanger   27/07/2019

Meio século de esperança

Meio século de esperança

Alan Caldas   19/07/2019

Com o tempo você . . .

Com o tempo você . . .

Alan Caldas   12/07/2019

Na certeza, duvide

Na certeza, duvide

Pitter Ellwanger   12/07/2019

Playlist #9

Playlist #9

Pitter Ellwanger   12/07/2019

Elas sempre sabem

Elas sempre sabem

Pitter Ellwanger   09/07/2019

Playlist #8

Playlist #8

Pitter Ellwanger   09/07/2019

Nunca é demais

Nunca é demais

Pitter Ellwanger   01/07/2019

Playlist #7

Playlist #7

Pitter Ellwanger   01/07/2019

Retalhos

Retalhos

Pitter Ellwanger   21/06/2019

Playlist #6

Playlist #6

Pitter Ellwanger   21/06/2019

Longa vida ao menino

Longa vida ao menino

Pitter Ellwanger   14/06/2019

Playlist #5

Playlist #5

Pitter Ellwanger   14/06/2019

Alguém já viu o bicho da chuva?

Alguém já viu o bicho da chuva?

Alan Caldas   03/06/2019

Rótulos simpáticos

Rótulos simpáticos

Pitter Ellwanger   01/06/2019

Playlist #4

Playlist #4

Pitter Ellwanger   01/06/2019

A culpa é do celular

A culpa é do celular

Pitter Ellwanger   29/05/2019

Playlist #3

Playlist #3

Pitter Ellwanger   29/05/2019

Playlist #2

Playlist #2

Pitter Ellwanger   21/05/2019

Querer é poder?

Querer é poder?

Pitter Ellwanger   21/05/2019

Muito a evoluir

Muito a evoluir

Pitter Ellwanger   18/04/2019

Playlist #1

Playlist #1

Pitter Ellwanger   18/04/2019

FOTOS DO DIA

Descanso do balanço – Brinquedo sem criança não tem vida (Foto: Octacílio Freitas Dias)

  • JDI assinatura
  • JDI classificados

O Jornal Dois Irmãos foi fundado em 1983. Sua missão é interligar as pessoas da cidade, levando-lhes informações verdadeiras sobre todos os setores da sociedade local, regional, estadual e nacional.

SAIBA MAIS

SIGA-NOS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS