Sobre fazer nada

Pitter Ellwanger 14/11/2019
pitter@jornaldoisirmaos.com.br

pitter@jornaldoisirmaos.com.br

Por que parece que sempre temos que estar fazendo algo? 


Ao mesmo tempo em que a vida se prolonga, queremos vivê-la de modo mais rápido, intenso, como se não fosse dar tempo para tudo. Mas o que é esse tudo que tanto imaginamos? Talvez, seja nada. 
Contradição é a pedra fundamental da nossa existência. Parecemos doidos varridos querendo uma coisa e caminhando na direção oposta. Reclamamos da falta de tempo no mundo real, enquanto que no virtual nos desfazemos dele, o tempo, sem cerimônia e sem se dar conta (do estrago). Mas a conta vem; já está vindo. 
Dormir bem, por exemplo, virou artigo luxo. Não digo privilégio dos bem-afortunados materialmente, mas dos que sabem dispor do seu dia. A maioria de nós tem noites insones, entrecortadas. Levamos para a cama o rolamento a que estamos acostumados nas redes sociais, correndo os olhos pelas vidas dos outros e deixando a nossa se esvair numa espécie de ‘modo avião’. Quer dizer: estamos ligados a tudo, menos a nós mesmos.


*
A socióloga Amber Case já disse que o celular é o novo cigarro.
- A tecnologia não é ruim, mas seu uso está nos desconectando e escravizando. Chegamos a olhar o celular entre 1.000 a 2.000 vezes por dia. Temos que começar por redefinir nossa relação com a tecnologia: é uma ferramenta, muito útil, mas tem que nos tornar livres. O celular é o novo cigarro: se fico entediada, dou uma olhada nele. Não mande mensagens vazias de emoção, convide seus amigos para um jantar na sua casa – declarou a norte-americana em entrevista ao jornal El País. 
Ela entende que é preciso se dar espaços para pensar e viver experiências reais.
- Quando me levanto pela manhã devo me perguntar se dedico tempo a mim mesma, se posso meditar, desenhar, se escrevo. Mas o fato é que o meu dia a dia está tomado pelas notificações do telefone, do computador. Então, que tempo de reflexão me reservo? Estamos conscientes da quantidade de alertas que nos cercam? Silencie o telefone, desative as notificações. Ponha o celular no modo avião e decida você mesmo quando quer interagir com ele. Recupere o despertador! Carregue um jornal com você, anote o que você faz, as pessoas com quem cruza, o que lhe chama a atenção. O cérebro sofre com a conexão constante. Faça uma experiência se você não acredita: depois de várias horas navegando, seria capaz de recordar o que viu e como se sentiu? – questiona a socióloga.


*
Todo vício é capcioso, desregula nossas impressões, desestabiliza nossas (poucas) certezas. 
Quase sempre, só nos damos conta do que pode acontecer quando já aconteceu. E a abstinência é um aviso cruel, que invariavelmente se apresenta conjugado no passado: EU AVISEI! Sabemos que não adianta lamentar as perdas, é preciso superá-las. De um jeito ou de outro, tudo se recupera, menos o tempo. E menos mal que para muitos de nós ainda há tempo.
Não tardará e teremos clínicas de reabilitação para drogados tecnológicos – vai ver, até já existe algo parecido. O mantra do combate a outros vícios também serve para a nossa dependência dessas parafernálias: SÓ POR HOJE NÃO VOU OLHAR MEU CELULAR DE MINUTO EM MINUTO. SÓ POR HOJE.


*
A propósito...
Enquanto escrevia, perdi a conta do número de vezes que o celular pulou na minha frente. Juro, essa desgraça parece ter vida própria! Definitivamente, vício é coisa do capeta. Pretendo me policiar mais. Às vezes, fazer nada é tudo o que a gente precisa para se endireitar.


› Compartilhe

COLUNAS

  • Anúncio Jornal

COLUNAS

Direitos Humanos

Direitos Humanos

Coluna da Fé   04/12/2019

Misericórdia

Misericórdia

Opinião   27/11/2019

Sob as asas da graça de Deus

Sob as asas da graça de Deus

Coluna da Fé   27/11/2019

O Poder da Oração

O Poder da Oração

Coluna da Fé   27/11/2019

Playlist #15

Playlist #15

Pitter Ellwanger   14/11/2019

É TEMPO DE PROSPECTUS!

É TEMPO DE PROSPECTUS!

Coluna da Fé   29/10/2019

De quem é a responsabilidade?

De quem é a responsabilidade?

Opinião   15/10/2019

Honra aos professores!

Honra aos professores!

Coluna da Fé   15/10/2019

Inveja merecida

Inveja merecida

Pitter Ellwanger   11/10/2019

Playlist #14

Playlist #14

Pitter Ellwanger   11/10/2019

Sínodo da Amazônia

Sínodo da Amazônia

Coluna da Fé   09/10/2019

Muralhas

Muralhas

Coluna da Fé   04/10/2019

“NÃO DÁ NADA”

“NÃO DÁ NADA”

Opinião   01/10/2019

E que a terra te seja leve!

E que a terra te seja leve!

Alan Caldas   30/08/2019

Tolerância intolerável

Tolerância intolerável

Pitter Ellwanger   30/08/2019

Playlist #13

Playlist #13

Pitter Ellwanger   30/08/2019

Isso era no tempo da tua avó!

Isso era no tempo da tua avó!

Alan Caldas   23/08/2019

Sobre desperdício

Sobre desperdício

Pitter Ellwanger   23/08/2019

Playlist #12

Playlist #12

Pitter Ellwanger   23/08/2019

E a dor de barriga?

E a dor de barriga?

Pitter Ellwanger   17/08/2019

Playlist #11

Playlist #11

Pitter Ellwanger   17/08/2019

Você tem saudade de quê?

Você tem saudade de quê?

Alan Caldas   09/08/2019

Iguais e diferentes

Iguais e diferentes

Pitter Ellwanger   27/07/2019

Playlist #10

Playlist #10

Pitter Ellwanger   27/07/2019

Meio século de esperança

Meio século de esperança

Alan Caldas   19/07/2019

Com o tempo você . . .

Com o tempo você . . .

Alan Caldas   12/07/2019

Na certeza, duvide

Na certeza, duvide

Pitter Ellwanger   12/07/2019

Playlist #9

Playlist #9

Pitter Ellwanger   12/07/2019

Elas sempre sabem

Elas sempre sabem

Pitter Ellwanger   09/07/2019

Playlist #8

Playlist #8

Pitter Ellwanger   09/07/2019

Nunca é demais

Nunca é demais

Pitter Ellwanger   01/07/2019

Playlist #7

Playlist #7

Pitter Ellwanger   01/07/2019

Retalhos

Retalhos

Pitter Ellwanger   21/06/2019

Playlist #6

Playlist #6

Pitter Ellwanger   21/06/2019

Longa vida ao menino

Longa vida ao menino

Pitter Ellwanger   14/06/2019

Playlist #5

Playlist #5

Pitter Ellwanger   14/06/2019

Alguém já viu o bicho da chuva?

Alguém já viu o bicho da chuva?

Alan Caldas   03/06/2019

Rótulos simpáticos

Rótulos simpáticos

Pitter Ellwanger   01/06/2019

Playlist #4

Playlist #4

Pitter Ellwanger   01/06/2019

A culpa é do celular

A culpa é do celular

Pitter Ellwanger   29/05/2019

Playlist #3

Playlist #3

Pitter Ellwanger   29/05/2019

Playlist #2

Playlist #2

Pitter Ellwanger   21/05/2019

Querer é poder?

Querer é poder?

Pitter Ellwanger   21/05/2019

Muito a evoluir

Muito a evoluir

Pitter Ellwanger   18/04/2019

Playlist #1

Playlist #1

Pitter Ellwanger   18/04/2019

FOTOS DO DIA

Torcedor raiz – Grudado no alambrado para não perder um só lance (Foto: Thaís Lauck)

  • JDI classificados
  • JDI assinatura

O Jornal Dois Irmãos foi fundado em 1983. Sua missão é interligar as pessoas da cidade, levando-lhes informações verdadeiras sobre todos os setores da sociedade local, regional, estadual e nacional.

SAIBA MAIS

SIGA-NOS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS