O banco de perfis genéticos fez justiça no caso Raquel Genofre

Opinião 29/10/2019
Por Rafael Sauthier*

Por Rafael Sauthier*

Em 2008, há 11 anos, o país acompanhou chocado o assassinato de Raquel Genofre, uma menina de apenas 9 anos de idade que foi covardemente sequestrada, torturada de diversas formas, inclusive com pontas de cigarro, estuprada, morta e esquartejada. E, por fim, deixada em pedacinhos dentro de uma mala, embaixo de um banco da rodoviária de Curitiba (PR). Me recordo muito bem deste crime, um dos crimes que mais me causou repulsa em todos estes anos de atividade. 
Muitas perguntas passaram pela minha cabeça naquela época: como alguém era capaz de tal monstruosidade contra uma criança? Será que a polícia seria capaz de encontrar o criminoso? Como tudo aquilo havia ocorrido? A Polícia Civil de Curitiba teve muitas dificuldades para solucionar este caso. O assassino foi muito cuidadoso. Não foi filmado por nenhuma câmera de segurança, utilizando somente pontos cegos. Não foi visto por ninguém. Não deixou digitais. Mas deixou seu DNA na cena do crime. Mais de 100 suspeitos tiveram amostras de DNA coletadas e comparadas com aquelas amostras na cena do crime sem que nada houvesse sido descoberto. Os anos passaram, o caso esfriou e quando tudo se encaminhava para mais um caso arquivado sem autoria conhecida, entrou em cena a Rede integrada de Bancos de Perfis Genéticos – RIBPG. 
Neste ano, o novo governo federal (através do pacote anticrime do ministro Moro) decidiu aumentar o número de indivíduos cadastrados na base de dados, quintuplicando os perfis de indivíduos de referência. Resultado: neste ano, ao ser inserido no sistema o perfil genético do presidiário Carlos Eduardo dos Santos, de 54 anos, preso na Penitenciária de Sorocaba, o banco de perfis genéticos acusou a coincidência daquele perfil genético com o perfil genético encontrado na cena do crime. Finalmente, 11 anos depois, este crime bárbaro foi resolvido.


(*) Rafael Sauthier é Delegado de Polícia há 18 anos e exerce suas atividades no Vale do Sinos. Também é mestre em Ciências Criminais pela PUC RS e professor de Direito Processual Penal na Faccat


› Compartilhe

COLUNAS

Por Rafael Sauthier*

A responsabilidade das mulheres nos casos de violência contra a mulher

Opinião 11/12/2019

Embora frequente, a violência contra a mulher não é um fenômeno social novo. Atinge todas as camadas sociais. É co...

  • Anúncio Jornal

COLUNAS

Advento: O simbolismo da Coroa

Advento: O simbolismo da Coroa

Coluna da Fé   11/12/2019

Direitos Humanos

Direitos Humanos

Coluna da Fé   04/12/2019

Misericórdia

Misericórdia

Opinião   27/11/2019

Sob as asas da graça de Deus

Sob as asas da graça de Deus

Coluna da Fé   27/11/2019

O Poder da Oração

O Poder da Oração

Coluna da Fé   27/11/2019

Sobre fazer nada

Sobre fazer nada

Pitter Ellwanger   14/11/2019

Playlist #15

Playlist #15

Pitter Ellwanger   14/11/2019

É TEMPO DE PROSPECTUS!

É TEMPO DE PROSPECTUS!

Coluna da Fé   29/10/2019

De quem é a responsabilidade?

De quem é a responsabilidade?

Opinião   15/10/2019

Honra aos professores!

Honra aos professores!

Coluna da Fé   15/10/2019

Inveja merecida

Inveja merecida

Pitter Ellwanger   11/10/2019

Playlist #14

Playlist #14

Pitter Ellwanger   11/10/2019

Sínodo da Amazônia

Sínodo da Amazônia

Coluna da Fé   09/10/2019

Muralhas

Muralhas

Coluna da Fé   04/10/2019

“NÃO DÁ NADA”

“NÃO DÁ NADA”

Opinião   01/10/2019

E que a terra te seja leve!

E que a terra te seja leve!

Alan Caldas   30/08/2019

Tolerância intolerável

Tolerância intolerável

Pitter Ellwanger   30/08/2019

Playlist #13

Playlist #13

Pitter Ellwanger   30/08/2019

Isso era no tempo da tua avó!

Isso era no tempo da tua avó!

Alan Caldas   23/08/2019

Sobre desperdício

Sobre desperdício

Pitter Ellwanger   23/08/2019

Playlist #12

Playlist #12

Pitter Ellwanger   23/08/2019

E a dor de barriga?

E a dor de barriga?

Pitter Ellwanger   17/08/2019

Playlist #11

Playlist #11

Pitter Ellwanger   17/08/2019

Você tem saudade de quê?

Você tem saudade de quê?

Alan Caldas   09/08/2019

Iguais e diferentes

Iguais e diferentes

Pitter Ellwanger   27/07/2019

Playlist #10

Playlist #10

Pitter Ellwanger   27/07/2019

Meio século de esperança

Meio século de esperança

Alan Caldas   19/07/2019

Com o tempo você . . .

Com o tempo você . . .

Alan Caldas   12/07/2019

Na certeza, duvide

Na certeza, duvide

Pitter Ellwanger   12/07/2019

Playlist #9

Playlist #9

Pitter Ellwanger   12/07/2019

Elas sempre sabem

Elas sempre sabem

Pitter Ellwanger   09/07/2019

Playlist #8

Playlist #8

Pitter Ellwanger   09/07/2019

Nunca é demais

Nunca é demais

Pitter Ellwanger   01/07/2019

Playlist #7

Playlist #7

Pitter Ellwanger   01/07/2019

Retalhos

Retalhos

Pitter Ellwanger   21/06/2019

Playlist #6

Playlist #6

Pitter Ellwanger   21/06/2019

Longa vida ao menino

Longa vida ao menino

Pitter Ellwanger   14/06/2019

Playlist #5

Playlist #5

Pitter Ellwanger   14/06/2019

Alguém já viu o bicho da chuva?

Alguém já viu o bicho da chuva?

Alan Caldas   03/06/2019

Rótulos simpáticos

Rótulos simpáticos

Pitter Ellwanger   01/06/2019

Playlist #4

Playlist #4

Pitter Ellwanger   01/06/2019

A culpa é do celular

A culpa é do celular

Pitter Ellwanger   29/05/2019

Playlist #3

Playlist #3

Pitter Ellwanger   29/05/2019

Playlist #2

Playlist #2

Pitter Ellwanger   21/05/2019

Querer é poder?

Querer é poder?

Pitter Ellwanger   21/05/2019

Muito a evoluir

Muito a evoluir

Pitter Ellwanger   18/04/2019

Playlist #1

Playlist #1

Pitter Ellwanger   18/04/2019

FOTOS DO DIA

Torcedor raiz – Grudado no alambrado para não perder um só lance (Foto: Thaís Lauck)

  • JDI assinatura
  • JDI classificados

O Jornal Dois Irmãos foi fundado em 1983. Sua missão é interligar as pessoas da cidade, levando-lhes informações verdadeiras sobre todos os setores da sociedade local, regional, estadual e nacional.

SAIBA MAIS

SIGA-NOS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS